domingo, 15 de novembro de 2009

Tem gente que acha que sabe demais...


Tem gente que sempre acha que sabe.

Sabe o que é melhor pra você, sabe como você se comporta, sabe o que te faz bem, sabe o que você pensa, sabe o que você gosta...As pessoas sempre acham que sabem, sabem, sabem e sabem.

Incrível como é pra dar palpite na vida dos outros, todo mundo sempre sabe o que falar, sabe o melhor jeito de se fazer, como deveríamos agir...

Interessante pensar se as pessoas sabem ou pensam que sabem.

O que faz alguém achar que sabe mais de você do que você mesma?

Entendo e concordo que existem algumas coisas que não conseguimos ver. Algumas coisas que não percebemos ou mais do que isso, algumas coisas que negamos em nós mesmos.

Mas, se o negamos, é porque essa negação de alguma maneira nos defende. Pode ser uma proteção diante daquilo que não sabemos lidar, uma proteção das reações que não sabemos se teremos, uma proteção daquilo que ainda não estamos preparados para enfrentar.

Existem sim muitas coisas que as pessoas sabem, mas, isso não quer dizer que nós não sabemos e que precisamos que alguém fique nos dizendo o que devemos e como devemos fazer.

Sou daquelas pessoas que acreditam que todos os erros são válidos. Inclusive para o aprendizado, crescimento e amadurecimento. Como alguém acredita que tem o direito de interferir nesse processo, escolhendo a sua melhor maneira de agir, pensar e fazer?!

Como aquela pessoa chegou no ponto de saber que aquilo é melhor? Pelo que ela passou para chegar a essa conclusão? Por que você também não pode chegar lá com as próprias pernas, ou melhor, com os próprios erros?!

Não sou contra os conselhos, nem contra aqueles pitacos inteligentes, de pessoas amigas, que te amam, querem o teu melhor e de alguma maneira podem te ajudar. O que sou contra, é aquela pessoa que simplesmente acredita que sabe e pronto. Sem ouvir sua opinião, sem entender o seu lado, e sem tentar respeitar aquilo que acontece com você naquele momento, sem conhecer a situação que você está vivendo para pensar e agir como tem feito.

Pessoas que se acham no direito disso ou daquilo, ou que por acharem que sabem, se metem na sua vida de maneira tão feia que acabam se esquecendo da delas.

Faz tempo que estou sem escrever por aqui, e acabo sentindo falta. Mas, acho que estou numa fase complicada de observar as pessoas. Um olhar mais crítico de quem tem sido muito criticada... Mas, ainda chego lá. Estou ao menos tentando me colocar no meu lugar, e quando for para "achar que sei", me limitar a saber o que só corresponde a mim mesma e minha própria vida.

3 comentários:

sevejocosilva disse...

...Não é o meu caso.
Estou apenas dando um pitaco.
Fuja delas. Não as ouça. Pronto. Resolvido o problema...

Elisangela disse...

Amiga, você fala assertivamente quando descreve os mecanismos de defesa que as vezes necessitamos, o que falta no ser humano é um pouco mais de EMPATIA, de se colocar no lugar do outro antes de setenciar certo ou errado... Mi, vc deve estar sentindo falta disso! Conte comigo para te compreender nessas horas de faxina emocional. Bj grande, Lisa

disse...

Nossa amei o jeito que vc escreve, muito bom mesmo...Só posso te dizer que vc está de parabéns...